1ª edição da Feira das Micro e Pequenas Empresas de Barlavento foca em setores emergentes

O evento será anual e rotativo, estando já agendada a sua segunda edição para a ilha de Santo Antão.

Os setores de negócio emergentes e estratégicos para o desenvolvimento de Cabo Verde estão no centro das empresas alvos desta feira que, embora de carácter genérico, quer estimular os ramos do agronegócio, economia digital, turismo, energias renováveis e indústria ligeira.

A primeira edição da Feira de Micro e Pequenas Empresas de Barlavento já tem data marcada para 13 e 14 de dezembro, no espaço FIC Laginha e pretende acolher cerca de 50 expositores, de todos os Municípios das ilhas de Santo Antão, São Vicente e São Nicolau.

De acordo com a coordenadora da feira, o evento está enquadrado na estratégia de desenvolvimento nacional, através do fomento da competitividade, estímulo ao empreendedorismo, crescimento económico e reforço da capacidade produtiva do país.

Neste sentido, explica Sara Lopes, é importante criar oportunidades para as pequenas empresas, já que estas encontram dificuldades em participar nas grandes feiras de negócios, dada às suas fragilidades financeiras.

O grupo alvo são as empresas de pequeno porte, as startups, as ONGs, as instituições públicas, a comunidade académica, o setor de formação profissional e as autoridades locais do Barlavento.

Foram convidadas, também, empresas de microcrédito e instituições financeiras como o IEFP, a Proempresa e a Câmara de Comércio, que trabalham com o financiamento, gestão, promoção e capacitação de pequenos negócios.

Além da exposição, a feira será ainda um espaço para encontros bilaterais de negócios e jornadas técnicas. Os expositores poderão também efetuar vendas de produtos e serviços.

O evento será anual e rotativo, estando já agendada a sua segunda edição para a ilha de Santo Antão.

Fonte: A Nação

Notícias

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis

Projeto "Volunturismo" movimenta cerca de 30 turistas para São Vicente

Santa Cruz: Autarquia quer transformar município num destino turístico de excelência

Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

São Vicente vai acolher missão empresarial alemã com foco nas energias renováveis